CryptoLab

Por _ecardo5o – Apaixonado pelo criptoespaço onde atua desde 2016, é Embaixador Polkadot, Editor do polkadot.com.br e Diretor de Projetos na Pointillé Comunicação.


Se você é umas dessas pessoas que nunca se aventurou em depositar Tokens para Stake saiba que não está sozinho. Mas agora já existe uma forma muito fácil de fazer isso no ecossistema DotSama. É o projeto CryptoLab que acaba de ser lançado. Segundo seus realizadores “estamos aproximando essas interfaces do que seria mais próximo de uma carteira de investimentos”.

Ficou curioso(a)? Quer saber mais sobre? Vem comigo…


A Revolução do Stake

Há tempos que o interesse sobre Stake vem se difundindo largamente entre usuários não técnicos. Ao mesmo tempo não houve ainda uma evolução significativa nas interfaces que administram esses portfólios para prover um meio facilitado de entendimento e uso. Essa situação vem sendo alvo de debates e soluções no ecossistema DotSama, que foi projetado para privilegiar sobretudo a descentralização.

O Problema

O método de consenso utilizado para delegar um validador (o NPoS) permite que o usuário Nominador escolha até 24 Validadores. Se por um lado há uma liberdade maior de indicações, por outro gera-se o problema de como gerenciar tantas opções.

A Solução CryptoLab

Para resolver esse impasse foi criado o projeto CryptoLab, que recebeu fundos do Tesouro Kusama para realização de sua Fase 1, que já está operacional. As próximas fases previstas já estão sendo enviadas para captar recursos no Tesouro Polkadot.

Essa separação acontece pelas características do projeto, que está sendo implementado para atender ambas as redes. Mesmo em sua fase inicial o CryptoLab já oferece essa opção. O que é uma excelente notícia para todos.

CryptoLab Site

Segundo seus realizadores, “Nosso objetivo é tornar o staking abrangente para as pessoas que ainda não estão familiarizadas com o Blockchain, desde as redações básicas até a representação de dados. E para isso estamos aproximando essas interfaces do que seria mais próximo de uma carteira de investimentos, onde há diferentes estratégias envolvendo risco e retorno”.

Como complemento, o projeto ainda contou com o apoio da Web3 Foundation para a construção de um Coletor de Recompensas de Stake que ajudou no redesenho das ferramentas abaixo (previstas para a Fase 3 do projeto mas já entregues). Confira aqui em CryptoLab Tools .

Das Promessas aos Resultados

De fato, CryptoLab cumpre todos esses objetivos. E nos apresenta nesse primeiro momento uma interface elegante, simples de entender e fácil de usar. Para quem quer Nomear Validadores há duas formas de fazer isso. A primeira (que é default) tem opções de estratégias pré-configuradas (Low Risc, High APY, Descentralized e One Thousand Validator Program) nas quais o usuário pode avaliar seu risco e retorno através do cálculo automático do APY estimado.

Na segunda (acessível na opção Advanced localizada no topo da interface) é possível fazer sua própria lista através de vários critérios de escolha. Depois de definida a estratégia do usuário, ele pode acompanhar sua performance na ferramenta Portfolio Management. Nessa tela o CryptoLab disponibiliza um gráfico muito útil, com dimensões de tempo variadas (24 horas, 7 dias, 30 dias, 90 dias e por todo o período de Stake).

Na Roda do Telegram

O Portfolio Management inclui ainda a funcionalidade de Notificação, que gera mensagens para o Telegram do usuário a partir dos seguintes eventos:

– Quando a comissão do Validador for alterada.
– Se um Validador for cortado.
– Quando um Validador tiver excesso de inscrições.
– Se todos os Validadores selecionados pelo usuário estiverem inativos.
– Além de Relatórios de Receita regulares.

Outros eventos ainda serão acrescentados. Em nossos testes não vimos a funcionalidade de Notificação com opção de envio para emails. Mas ela também está prevista no roadmap da turma.

De Olho na China

Mesmo para uma primeira versão, CryptoLab impressiona. Sua interface já possui um grau de maturidade muito avançado. E isso é uma excelente notícia. Pois transforma a Nominação num processo fácil e entendível para usuários não técnicos. Com a vantagem de colocar em uso muitas ferramentas úteis para a gestão diária desses Stakes. Além de tudo isso, o site já se inicia com dois idiomas para o público chinês, fora a versão default em inglês. Enfim, um pacote completo de qualidades que devemos todos celebrar.

Contribua em DOTs: 13B5zGLfXBhRpiQ1xcnsNeqbHHcRRRpBCL41xCJxdYmYoHdW

Contribua em KSMs: EkQWFRUHmSt8qCwmgYv8TNSaFu1Xo5DaDAHBZbZZFxXMwDr

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.