Zenlink

Por _ecardo5o – Apaixonado pelo criptoespaço onde atua desde 2016, é Embaixador Polkadot, Editor do polkadot.com.br e Diretor de Projetos na Pointillé Comunicação.


Imagine um protocolo construído no ecossistema DotSama que seja capaz de prover os serviços de uma Corretora Descentralizada inteira e que pode ser acoplado no estilo Plug and Play em outra Parachain. E mais, que sendo em código aberto e baseado em Substrate, seja capaz de prover módulos personalizáveis que ainda se comunicam com outras funcionalidades pré-existentes ou que ainda nem foram inventadas. Tudo isso agregando como um Hub toda a liquidez disponível nas Parachains a ele conectadas. Esse protocolo existe e não é coisa de ficção científica ou promessa. Ele está operacional e se chama Zenlink.

HUB DeFI

O Conceito de Hub não é algo inédito no Universo DeFI. A 1inch, implementada da rede Ethereum, é um bom exemplo disso. Mas Zenlink vai muito além. E pelo que tudo indica esse é só o começo para ela. Quem participou recentemente dos Leilões Polkadot e Kusama pela Bifrost já pôde experimentar um pouco do que será toda essa capacidade conectiva. Enquanto a Bifrost ajusta seus próprios módulos Defi, muitas de suas operações nativas já podem ser executadas através da Zenlink.

Mas existem ainda mais coisas que fazem esse projeto ser tão especial. Zenlink recebeu duas rodadas de bolsas da Web3 Foundation e investimentos de pelo menos 13 Fundos reconhecidos, entre elas Alameda Research, HashKey e Youbi Capital. Sendo esse último um dos investidores que tornaram Chainlink possível.

Vendas, só Amanhã…

Além de pedigree, Zenlink ainda conta com outras forças e podemos considerar como a principal delas seu tokenomics. Que aliás foi o que primeiro me motivou a escrever esse artigo. Qual foi minha surpresa ao perceber que esse projeto realmente ainda tem muito mais a revelar.

O Token Zenlink será o mesmo para Kusama e Polkadot. E sua denominação é ZLK. Seu suprimento máximo será 100 milhões de unidades, distribuídas na proporção de 60% para rodar em Polkadot e 40% em Kusama. E o mais impressionante de tudo. Ele não está a venda. Isso mesmo. Nadinha.

ZLK não terá vendas abertas. Mas em contrapartida será direcionado na proporção de 50% para seus utilizadores. Isto é, para adquirir tokens ZLK será necessário usar de fato suas funcionalidades, entre elas Liquidity Mining, Trading Mining, Staking, entre outras que gerem valor e experiência do usuário ao mesmo tempo. Esse modelo se chama Oferta Inicial de Rendimento e tem como objetivo sustentar o seu preço de lançamento com base em resultados alcançados.

Enquanto atravessa esse período de pré-lançamento, os usuários Zenlink precisarão participar de campanhas de rendimento para ganhar mais tokens. E isso ocorrerá até que seja alcançado um equilíbrio relativo entre a comunidade e as instituições de investimento que participaram das rodadas de vendas fechadas iniciais.

Menos Especulação, Mais Fundamentos

Até mesmo a equipe Zenlink entrou na dança e só terá seus Tokens desbloqueados depois de 60 dias do lançamento para negociações. Todo esse cuidado tem como objetivo proteger o ZLK de oscilações especulativas. Desta forma espera-se que sua precificação fique mais próxima dos fundamentos. Pois antes de abrir o Token para o mercado a equipe Zenlink estará atenta às métricas que serão base dessa estratégia. São elas o TVL (Total Valor Bloqueado), volume de negociações, Valor Bloqueado em Pool, Número de Detentores, entre outras dimensões de análise.

Bots Go Home

Um exemplo desta postura e transparência foi o comunicado do dia 17 de novembro, no qual a Zenlink ajustou as regras para o Segundo Ciclo de sua Oferta Inicial de Rendimento. O motivo foi a ganância de poucos. Acontece que alguns usuários do Primeiro Ciclo usaram trading bots para aumentar artificialmente seus rendimentos, causando inclusive lentidões nas transações.

Esse fato também causou distorções na hora de analizar os resultados. Ao constatar essas atividades robóticas, a Zenlink criou uma série de procedimento, punições e ajustes de recompensa que tornam essa prática não compensatória para o seu Segundo Ciclo. Enfim, a política agora será Bots Go Home! Segundo o comunicado, “com esses ajustes, acreditamos que o valor real das atividades será alcançado. Zenlink sempre incentiva os usuários a fazer transações reais e se beneficiar delas”, enfim o recado está dado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.